.12 de outubro de 2017

David Copperfield - Charles Dickens

Nesse Dia Das Crianças vamos falar sobre mais uma obra de Dickens que mostrará boa parte da vida de uma criança no século XIX e todos os problemas que ela viveu até a vida adulta... 



Esta é a obra mais querida do autor. Para ele, David Copperfield era seu melhor trabalho, o projeto de sua vida, na verdade. 
Com muitos episódios auto-biográficos, o livro narra a trajetória da personagem-título, desde o momento de seu nascimento até um momento agradável na fase adulta e, acreditem, foi um longo caminho até chegar a esse final... 
Em nossa última conversa sobre uma obra desse autor, vimos que eu não gosto muito da escrita dele, não só a dele especificamente, mas o romance vitoriano, não importa o autor, para mim, é muito difícil, pois o excesso de descrições e cenas cotidianas irrelevantes me cansa muito, contudo, por favor, isso não significa que o livro é ruim, é só que eu não gostei. 
Ao longo da narrativa, acompanhamos a vida sofrida de David Copperfield, órfão de pai, maltratado pelo padrasto, negligenciado pela mãe e depois ficando órfão desta também, ludibriado, usado, enfim, são muitas as provações desse jovem que, como toda protagonista romântica, tem ares santificados, nunca tendo maus pensamentos, ou más ações, o rapaz desde a mais tenra idade passa por tudo de maneira estoica e sempre esperançosa. 
Por tratar-se de um clássico, esta obra, sem dúvidas, dividirá opiniões, mas, eu, infelizmente, não gostei nem um pouco dela, por isso, não consigo escrever mais nada porque não me interessei nem um pouquinho pela vida do protagonista... Mas, se você já leu, ou assistiu alguma adaptação dessa história, me diga o que achou nos comentários. =) 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentar leva apenas alguns segundos...Sua opinião é muito importante! =D

© LIVRE LENDO - 2016 | Todos os direitos reservados. | Blog de Andrea Morais | Tecnologia do Blogger