.6 de junho de 2018

As Bruxas de Salém - Arthur Miller


Quem me conhece sabe que não sou lá grande fã de ler textos teatrais, mas sempre tive muito interesse na história de As Bruxas de Salém, infelizmente, um acontecimento real que me choca até hoje por causa de todo o fanatismo e alienação dos moradores desse lugar...
Caso você nunca tenha ouvido falar disso, em outubro de 1692, no pequeno povoado de Salém, em Massachusetts, E.U.A., várias pessoas foram acusadas de bruxaria pela filha e pela sobrinha do reverendo local. Essas pessoas foram presas, torturadas e muitas condenadas à morte por enforcamento SEM NENHUMA PROVA verossímil ou mesmo um julgamento descente! O que causou, ao longo dos anos, muito horror e indignação não só na população do país, mas no mundo inteiro praticamente.
Em 1953, algo parecido acontecia: em plena Guerra Fria, vários artistas e intelectuais foram levados à julgamento por falsas acusações de serem comunistas, situação absurda que inspirou Arthur Miller a fazer alguma coisa para denunciá-la, assim nasceu o texto teatral de As Bruxas de Salém.
O desenrolar da peça é o mesmo da história real, contudo, o autor a utiliza como uma alegoria para seu próprio momento histórico, trazendo mais profundidade e dilemas as suas personagens e mudando a idade delas, como é o caso das meninas que iniciaram todo esse horror, Betty e Abgail que tinham, de fato, 9 e 11 anos, mas, nessa obra, são adolescentes. Vemos em poucas páginas um panorama bem desenvolvido de todas as frivolidades, falsidades e hipocrisias humanas como, por exemplo, uma mulher ser acusada de bruxaria por ler livros! E seu marido ao tentar defendê-la ser acusado e condenado a morte apenas por defendê-la!! Tendo por trás disso, o interesse de uma vizinha em obter as terras desse casal...Outro ponto triste e infeliz é o modo como os negros são retratados, através da figura da escrava Tituba, mulher simples, comum que recebeu toda a culpa pelas mentiras das meninas, afinal, ela era uma "negra" praticante de uma religião desconhecida e mal interpretada, um excelente bode expiatório para o maucaratismo. 
Miller dá a entender que todo o caso não passou de mera inveja de uma adolescente que queria ter um caso com um homem casado; e o medo de um homem simplório de perder seu cargo de prestígio, mesmo ele sendo péssimo em seu posto. Pensando nesse texto como uma crítica ao macarthismo, as motivações das personagens são muito plausíveis e, por isso mesmo, ainda mais perturbadoras.
Sem sombra de dúvidas, As Bruxas de Salém é uma narrativa revoltante por causa de todas as acusações absurdas. E, ao término de sua leitura, torna-se ainda mais medonha, pois não estamos longe desse tipo de situação... Ainda há muitos que acreditam e replicam notícias falsas, divulgam informações errôneas e corroboram com pensamentos e atitudes preconceituosas e intolerantes apenas por não entenderem seu contexto, ou não vivenciarem isso. Com certeza, uma leitura ainda necessária nos dias de hoje.

E ai, gostaram da resenha? Sabem mais a respeito do assunto? Deixem nos comentários suas opiniões e informações adicionais que vou adorar lê-las! 

32 comentários:

  1. Eu gostaria de ler, eu me interesso bastante por histórias de bruxas. :D

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Recomendo que assista documentários também falando sobre essa história, sério, são muito bons! =)

      Excluir
  2. A Idade Média é cheia dessas histórias revoltantes, tratando-se de bruxas!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim e o pior é que isso nem aconteceu na Idade Média e sim após o Renascimento =O

      Excluir
  3. É realmente uma história revoltante, imagino o horror que essas pessoas passaram, tantas torturas e mortes à troco de nada. Infelizmente a inveja e o preconceito podem criar situações terríveis.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim. Foi realmente um episódio horrível na História '-'

      Excluir
  4. Uau.Parece muito bom. Quantas vezes eu mesma não cai em fake news, sem pensar que quem divulgou aquilo tinha um desejo de vingança por trás. As Bruxas de Salem ainda estão por ai.

    ResponderExcluir
  5. Olá Andrea, já assistir o filme sobre Salem. Vc abordou bem o contexto histórico , fazendo outros relatos ocorrido ao longo da história. Realmente, não estamos longe de acontecer algo igual ou pior, com advento da internet e das fake news, devemos ter cuidado com aquele botão compartilhar para não cometer injustiças. Abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ainda não assisti ao filme, mas tenho muita vontade. Devemos mesmo buscar sempre as fontes daquilo que compartilhamos.

      Excluir
  6. Você tem razão, não estamos muito longe da idade média, acredito que o ser humano anda regredindo, ao invés de evoluir.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Infelizmente, tenho que concordar com você... =/

      Excluir
  7. Eu AMO essa história!!! Sempre quis ter o livro físico, mas infelizmente não encontro em lugar nenhum :(
    Amei a resenha, nunca tinha visto alguém resenhando essa obra *--*
    Beijinhos <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também gostei bastante! Só tenho o e-book mesmo, mas você já procurou na Estante Virtual?
      Acho que a única pessoa que vi resenhando esse livro além de mim foi a Tatiana Feltrin =O

      Excluir
  8. Eu realmente não sei porque ainda não li esse livro. Todo mundo fala super bem dele e é o tipo de tema que eu gosto. Acho legal essa coisa de bruxas e tudo o mais. Mas meu planner vive cheio e é difícil achar um espaço pra tudo, mas eu vou ler e volto aqui pra conversarmos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, tenta colocar essa leitura no seu planejamento um dia. Mas já aviso de que não há "bruxas" de fato nessa história kkkkk

      Excluir
  9. Oi Andrea, como vai???
    Esse livro parece ser bem interessante, gostaria muito de ler em breve! É o tipo de gênero que me agrada muito, adorei a resenha
    Beijinho

    EVENTUAL OBRA DE FICÇÃO

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Espero que possa lê-lo em breve mesmo e goste tanto quanto eu!
      Bjs

      Excluir
  10. Parabéns pela leitura. As bruxas ainda estão soltas e continuam sendo julgadas. O mundo islâmico é um bom exemplo, mas não apenas lá. Qualquer é a diferença hoje em ser considerado bruxa e queimada em praça pública ou ser considerada direita/esquerda e ser condenadas nos tribunais sociais? A única que percebo de início é que a morte só amola uma vez. Parabéns novamente.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é. Não evoluímos muito nesse ponto ao longo desses quase 400 anos... =/

      Excluir
  11. Ótima leitura, e além do mais ótima resenha, fiquei super curioso para ler.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada!! Espero que possa fazer essa leitura e goste tanto quanto eu! =)

      Excluir
  12. Adoro essa peça <3
    Gosto muito do filme e depois que descobri que se tratava de uma peça escrita por Arthur Miller, já quis ler urgentemente. É um tapa na nossa cara essa história haha
    Amei a resenha =D

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pior que é mesmo! Nossa, é muito revoltante o desenrolar dos fatos e dos julgamentos! É uma leitura boa, mas bem difícil nesse sentido.
      Que bom que gostou da resenha <3

      Excluir
  13. Oi! Tudo bem? Acho que já ouvi falar desse acontecimento em uma aula de história (mas não tenho certeza), de qualquer forma, eu não sabia que tinha o livro sobre tal acontecimento, até por causa de mais falsas acusações na Guerra Fria, então achei ele realmente interessante.
    Esses livros que retratam momentos históricos dos passados realmente nos deixam chocados pela forma preconceituosa e falsa que muitos eram tratados. Mas, como você disse, isso ainda acontece (infelizmente), então, o livro é bem atual.
    Adorei a resenha e fiquei bem curiosa com o livro.

    Beijos,
    Magia é Sonhar

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também adoro livros que retratam fatos históricos porque sempre podemos aprender bastante com eles e, de fato, muita gente continua agindo como se estivéssemos na caça às bruxas...
      Bjs e obrigada pela visita =)

      Excluir
  14. Gosto muito dessa temática! Não sei se você sabe, mas tem um filme baseado no livro, chamado ''As Bruxas de Salém'' onde a atriz Winona Ryder desempenha um ótimo papel sob a pele de Abigail. Recomendo!

    O Planeta Alternativo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu já ouvi falar desse filme sim! Estou com bastante vontade de assisti-lo justamente por causa da atuação da Winona =D

      Excluir
  15. O fanatismo é a escória da sociedade! Sempre amei histórias de bruxas, me prendem bastante.

    ResponderExcluir
  16. Ainda não li o livro mas me interesso muito por livros que abordem esse tema, realmente foi algo inacreditável e que nos deixa transtornados e indignados.

    ResponderExcluir

Comentar leva apenas alguns segundos...Sua opinião é muito importante! =D

© LIVRE LENDO - 2016 | Todos os direitos reservados. | Blog de Andrea Morais | Tecnologia do Blogger