.9 de julho de 2017

Hegel em 90 minutos - Paul Strathern



Voltamos aos livros da série 90 minutos de Paul Strathern! 

Quem estudou Letras, ou gosta de ler teoria literária, com certeza, ao deparar-se com o movimento romântico, ouviu o nome de Hegel em algum momento e ficou curioso, pelo menos, eu sempre fiquei, com a filosofia criada por ele e a influência dela. 
Então, Hegel, o criador da dialética, para quem não sabe, a dialética é um modo de se organizar e sistematizar o pensamento, qualquer tipo de pensamento. Confesso que ao ler a mini biografia de Schopenhauer, fiquei com a impressão de que Hegel fosse um galã, aquele tipo de professor universitário que faz todos os alunos pararem para admirá-lo e, na verdade, ele era um cara bem comum, bem comum mesmo, de origem simples, sem grandes pretensões na vida, mas como disse Paul Strathern, caiu no gosto do povo: 

[...] "Sua filosofia atendia a todas as exigências da época. A disciplina e a ordem, a crença no trabalho por amor ao trabalho, o caráter aperfeiçoador do sofrimento, a fé em um sistema rígido cujos alicerces metafísicos permaneciam além de toda a compreensão." [...]

Para quem não leu as outras resenhas, a série 90 minutos se propõe a apresentar alguns grandes nomes da Filosofia mundial de maneira bem resumida e objetiva, como o próprio título já diz, logo, se você procura por informações específicas, ou mesmo pela obra do autor em si, esse livro não é para você. Indico essa leitura a todos aqueles que, como eu, são curiosos com alguns pensadores, mas ainda não tiveram oportunidade (aqui entende-se tempo, dinheiro mesmo para adquirir os livros, ou coragem) de ler suas obras, logo, os livros de Strathern podem mostrar se aquele pensamento filosófico que tanto te fascina condiz mesmo com o seu próprio pensamento e assim você embarca mais confiante nessas leituras específicas, ou você pode só guardar essas informações para mais tarde (risos). 
Enfim, de todos os livros desse estilo que li até agora, o de Hegel foi o mais "fraco" e o menos interessante, não sei bem o porquê, mas não me empolguei tanto com as obras desse autor e seu pensamento. 

3 comentários:

  1. Olá... tudo bem???
    Devo confessar que não conhecia essa obra e fiquei meio perdida com a postagem... não curto nada muito filosófico, porque sou uma pessoa bem perdida haha... de qualquer forma, é uma pena que a leitura tenha sido meio fraca... Xero!

    ResponderExcluir
  2. Oi amore,

    Nossa que blog lindoooo... como ainda não conhecia...
    Eita... que resenha é essa, inteligência pura.
    Porém não sei se a leitura me atraia.

    Beijokas!

    ResponderExcluir
  3. Olá!!

    Já ouvi falar sobre Hegel,mas ainda nao conhecia essa obra. Embora tenha ouvido falar dele, nunca procurei saber muito sobre a história. Acho que essa leitura não me desperta muito o interesse.

    ResponderExcluir

Comentar leva apenas alguns segundos...Sua opinião é muito importante! =D

© LIVRE LENDO - 2016 | Todos os direitos reservados. | Blog de Andrea Morais | Tecnologia do Blogger