.21 de junho de 2017

Mrs. Dalloway - Virgínia Woolf


      Como dito em resenhas anteriores, Virgínia Woolf é um grande nome quando falamos de literatura modernista, intimismo e fluxo de consciência, por isso minha curiosidade acerca de seu trabalho sempre foi grande, porque eu queria conhecer esse estilo inovador e único. Comecei minha incursão pelo livro "errado", Orlando, que traz uma narrativa bem linear e sem muitas diferenças com o que estamos acostumados, mas o livro de hoje define o estilo da autora sendo bem característico. 
Meu primeiro contato com Mrs. Dalloway se deu em 2013 quando assisti ao filme "As Horas". Esse ano pude lê-lo também (o longa é baseado em um livro) e cheguei a conclusão de que preciso relê-lo uma vez que o romance de Michael Cunnigham faz uma espécie de "paródia contemplativa" da obra de Woolf, as referências são imensas e muito interessantes de se analisar. 
Voltando a Mrs. Dalloway, nesse livro vamos conhecer a vida, a mente, os anseios e desejos da personagem-título, Clarissa Dalloway. e de algumas pessoas importantes, ou não em sua vida. Tudo começa em um belo dia no qual a protagonista está organizando uma festa que oferecerá a noite, com isso o tempo cronológico é de apenas um dia, já o psicológico, esse, ultrapassa décadas... 
A estrutura narrativa , no começo, é confusa porque temos vários pensamentos de várias pessoas sem marcações. O foco também muda constantemente sem nenhum aviso como se estivéssemos assistindo a um filme, o que nos faz ter total atenção e não nos deixa largar a leitura, já que não há capítulos dividindo a história. 
Sinceramente, não consegui encontrar grande relevância nesse texto. Admito que para o contexto da época, pós Primeira Guerra Mundial, com certeza, foi uma leitura desafiante e recompensadora, mas para mim, a narrativa teve uma estrutura interessante no começo, que tornou-se enfadonha com o tempo. Não consegui me colocar no contexto das personagens, nem me identifiquei com nenhuma delas, foi uma leitura difícil e não muito gratificante, logo, espero muito que as próximas leituras sejam melhores...

3 comentários:

  1. Woolf é maravilhosa. Na faculdade fizemos um roteiro de Mrs Dalloway para uma peça de teatro, foi tão bacana.
    Beijinhos, Helana ♥
    In The Sky, Blog / Facebook In The Sky

    ResponderExcluir
  2. Não li nada dela ainda, e é uma pena que este livro acabou não te conquistando. Quem sabe com o próximo, estando mais acostumada com o ritmo dela.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  3. Olá, confesso que nunca me interessei muito pela obra da Virginia Wolf. E percebo que a forma como ela escreve tem essa característica de nos deixar acompanhar a longa trama aguardando o final. Acho que isso não incomodaria de início, mas não tenho nenhuma referência que me dê parâmetro para querer ler. Bjs

    ResponderExcluir

Comentar leva apenas alguns segundos...Sua opinião é muito importante! =D

© LIVRE LENDO - 2016 | Todos os direitos reservados. | Blog de Andrea Morais | Tecnologia do Blogger