.12 de maio de 2017

O Evangelho Segundo Jesus Cristo - José Saramago

       


       Saramago era ateu. 
      Começo esse texto falando isso para você entender que esse "evangelho" é uma versão crítica e realista, a visão de um ateu a respeito de tudo aquilo que ele presenciou ao longo de sua vida em uma sociedade religiosa e, até mesmo, o que o fez desacreditar das religiões e de suas versões divinas. 
     Nesse livro, acompanhamos a história de Jesus através de um narrador observador que ao mesmo tempo que está no passado, também conhece o futuro e parece participar dele. Todas as personagens desse conto são muito humanizadas, Maria não era virgem quando concebeu Jesus, ela e José tiveram muitos outros filhos, além dessa família ter vários problemas tanto comuns, por causa da quantidade de bocas para alimentar, quanto pelas consciências desses pais que fizeram tudo para salvar o primogênito "escolhido por Deus", esquecendo a solidariedade pelo próximo. 
      O personagem Jesus, diferente do que é dito em A Bíblia Sagrada não é "perfeito", muito pelo contrário, ele não aceita os comandos divinos sem questioná-los, vive em conflito interno, pois não entende o que Deus quer dele e se isso é algo realmente bom, ou seja, ele é um ser humano imperfeito e em constante processo evolutivo. 
     Já por esses motivos, entendemos porque esse livro foi banido em tantos países nos primeiros anos após sua publicação e há também a segunda maior polêmica: a castidade de Jesus que, aqui, é inexistente, porque o rapaz foi casado com Maria Madalena e a amou de verdade, até o final de sua vida.
    Agora, a primeira grande polêmica se refere ao papel das divindades, uma vez que Deus e Diabo são praticamente sócios, tendo vários interesses em comum e a morte de Jesus é para um algo estritamente necessário, para o outro, nem tanto... 
    Muitos vão dizer, nossa, nada a ver, esse livro é uma afronta. Gente, é só um livro! É apenas uma visão diferente de uma história conhecida, ponto. Vou dizer o que eu penso sinceramente a respeito de toda essa polêmica a cerca desse romance: se você se sente ofendido com o modo como esse livro retrata o Novo Testamento, isso significa que a sua crença individual não é tão grande assim, porque, ao meu ver, frisando mais uma vez, a partir do momento que você acredita verdadeiramente em algo, não importa o que os outros digam, você continuará firme em suas convicções, logo, para mim, toda essa galera que diz ser Saramago um autor herege e coisas que o valham, são muito hipócritas e maçantes. 
    Por isso, caso você queira analisar um ponto de vista diferente dos primórdios da mitologia Cristã, sem preconceitos ou pré-julgamentos, leia este livro e atente-se ao capítulo no qual Deus, Jesus e Diabo têm uma conversa franca sobre o futuro da humanidade, é imperdível. 



30 comentários:

  1. Eu concordo com o que você disse, se a pessoa tem uma fé firmada ela não se ofende com o livro, eu acredito na biblia, e não me ofendo com esse livro, acho que é o ponto de vista de alguém e respeito, apesar de pra mim nada que contenha nele seja verdade, assim como a bíblia não é verdade pra muita gente, a verdade é absoluta apenas para cada um!
    Eu não leria o livro, apenas por não me interessar por livros que abordam religião, mas adorei sua resenha!
    Beijos <3

    ResponderExcluir
  2. Ainda não li nenhum livro do José Saramago, mas sei que todos eles carregar uma carga de criticidade extremamente grande, para praticamente toda a humanidade. Adorei sua resenha, e adoraria ler o livro, acho que mesmo que bata de frente com ideais que muitas vezes carregamos conosco é muito bom alimentar a mente com argumentos contrários. Parabéns!

    ResponderExcluir
  3. Achei a ideia do livro muito boa. E entendo porque ele foi banido em vários países.
    Um ponto curioso do livro é Deus e Diabo serem sócios, se a gente parar para pensar poderia mesmo ter sido assim.
    Um livro inteligente esse.
    Beijinhos, Helana ♥
    In The Sky, Blog / Facebook In The Sky

    ResponderExcluir
  4. Eu não conhecia esse livro e quando vi o título pensei que era um livro religioso, achei interessante a proposta do autor mas não é um livro que eu leria.

    ResponderExcluir
  5. Olá, tudo bem?
    Nossa que obra polemica kkkk
    Sou cristã praticante e ler essa obra não me ofende. Pelo contrario gosto de conhecer as pessoas e entender melhor o que passa em suas mentes, acredito que essa obra serviria para expandir esses horizontes. Se um dia tiver a oportunidade lerei sim.
    Parabéns pela dica e pela resenha
    Beijos

    ResponderExcluir
  6. Oii, tudo bem?
    Não conhecia a obra, pelo jeito parece ser bem polêmica. Parece uma obra muito boa para refletir, mas confesso que o tema não me chama a atenção. A ideia do autor é bem legal, mas vou passar a dica.

    ResponderExcluir
  7. Olá,
    Não sou muito religiosa e nem tenho um estudo aprofundado ou leituras sobre o livro sagrado, mas não lembro em nenhum momento que traga Jesus como um ser tão perfeito assim... como disse não tenho vasto conhecimento...
    Desconhecia a obra e ainda não tive nenhum contato com a escrita do Saramago, mas achei a obra interessante entender o porque dele se tornar ateu me chama a atenção.

    LEITURA DESCONTROLADA

    ResponderExcluir
  8. Tenho muita curiosidade com esse livro. Eu gosto de livros que abordam temas polêmicos com outros olhos, ou com uma visão mais controvérsia com a maioria das pessoas. Não sou uma pessoa extremamente religiosa e tenho minhas próprias crenças dentro de tudo que já me foi ensinado, e o que vivi e aprendi por conta própria, por isso não me incomodaria com a leitura.

    ResponderExcluir
  9. Nunca li nada do Saramago, e nem sei explicar o porquê, esse livro me parece ser muito bom e é daqueles que todo mundo deve ler. Já está na minha lista de desejados, agora é só ler... Beijos

    ResponderExcluir
  10. Não sei se seria meu estilo de livro, mas acho Saramago muito inteligente. Parece ser muito bom!
    Beijos
    Mari
    www.pequenosretalhos.com

    ResponderExcluir
  11. Olá!
    Apesar de ter ouvido falar sobre essa obra eu nunca li. Sinceramente acho que mesmo sendo um livro pra muitos uma referência pra estudo não é uma obra que me chama atenção pra leitura.
    Mesmo assim gostei muito do seu ponto de vista.
    Beijos!

    Camila de Moraes.

    ResponderExcluir
  12. Desculpe, fiquei na dúvida, faz tempo que li a obra, ele “o que o fez desacreditar das religiões e de suas versões divinas”, ele desacredita do cristianismo em sua versão divina ou institucional?
    Há também no livro, visivelmente, uma referência a ética. Além, obviamente, de tirar a perfeição atribuída a Jesus, colocando-o como um homem simples e comum. Uma ferrenha crítica a visão judaico-cristã e coloca Deus no patamar de um Deus perverso, tal qual os outros deuses na mitologia. ‘Gente, é só um livro!’, discordo. Este é O livro!

    ResponderExcluir
  13. Oiie!

    Nunca tinha ouvido falar desse livro. E imagino o tamanho da polêmica que pode causar (e causou!) hahaha Mas como o próprio Jesus critica: não serve uma fé fraca ou morna. Ou você acredita (e dane-se o que digam) ou você não acredita.

    Fiquei curiosa para ler um livro que trata de um Jesus mais humano.

    Beijos!
    http://leelerblog.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  14. Olá!
    Já tinha ouvido falar deste livro, mas pensava diferente. Achava ser um livro polêmico, mas como você diz que quando nós temos nossa fé firmada, nada nos abalará. Acho que o leria pois fiquei curiosa agora.
    Beijos

    ResponderExcluir
  15. Não conhecia o livro e concordo​ que se a pessoa está firme e consciente de sua fé, não se abalará ou ficará incomodado com a leitura. Não é um livro que eu leria no momento, mas um que eu gostaria de ler mais para frente.
    Bjs Rose

    ResponderExcluir
  16. Oii! Já tinha ouvido falar no escritor, mas nunca nesse livro. Deve ter feito uma polemica e tanto na época.
    Gostei da sua resenha. Vou ver se leio o livro, achei interessante!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  17. Oi.
    Taí um livro do Saramago que nunca parei pra ler sobre. Mas sua resenha foi clara e direta: a visão daquele que presenciou...,e fiquei curiosa pra conhecer essa visão, ainda mais pela polêmica. Gostei dessa possibilidade de analisar de um outro ponto de vista.
    Ótima resenha.

    Até mais!!
    Leituras da Paty

    ResponderExcluir
  18. Olá Andrea, tudo bem?
    Vou te confessar uma coisa, nunca li os livros do Saramago e quero ler não é de hoje. Gostei da sua resenha, ficou organizada e muito boa. Eu não conhecia esse livro em questão ou ao menos não me lembrava do mesmo. Não é um livro que eu leria no momento, talvez no futuro!
    Beijos

    ResponderExcluir
  19. Oi tudo bem. Não li o livro ainda, mas sem dúvida é o tipo de leitura que eu gosto de fazer, gosto muito de ver críticas religiosas, acho que elas incitam as pessoas a pensarem por si e deixar um pouco de acreditar em tudo aquilo que é empurrado goela abaixo pela sociedade cristã desde a infância.
    Beijos

    ResponderExcluir
  20. Oi Andrea!
    Estou louca pra ler esse livro, sempre ouvi falar muito bem dele e como você disse é apenas um livro... a crença e a fé são assuntos muito individuais e não será uma obra de ficção que irá abalar a sua independente de se ter uma religião ou não.
    Realmente as pessoas fazem tempestade em copo d'água... não dá pra entender...rsrsrsrs
    Bjusss

    ResponderExcluir
  21. Olá Andrea, tudo bem?

    Como assim eu não conhecia este livro antes?! Fiquei totalmente encantada pela temática que o livro aborda, pois faço parte do grupo de pessoas que gosta de ler sobre as mais diversas visões sobre a mitologia cristã. Para mim, o que importa é que tudo é uma ficção e que em nada alterará minha forma de pensamento, apenas me trará outras visões que posso concordar ou não. Irei procurar esse livro e com certeza lerei. Quanto as críticas em cima da obra, é muita balela para pouca ação. Aposto que a maioria nem segue os preceitos que tanto dizem seguir...

    Beijos!

    ResponderExcluir
  22. Olá! Premissa muito boa mesmo! Saramago tem textos ótimos e essa releitura do evangelho ficou boa. Concordo com você, se sua fé é sólida, não é um livro que vai modifica-la. Com certeza vai entrar na minha lista, beijos!

    ResponderExcluir
  23. Olá, tudo bem?

    Com certeza é um livro que causa polêmica, porque as pessoas não conseguem abrir a mente e ver apenas como um ficção, ou o ponto de vista de outrem, enfim, é complicado.

    Todavia, super concordo contigo que, se a gente realmente crê em algo, essa leitura não mudará nada.

    Enfim, mais um livro que não dá para qualquer pessoa ler, a gente sabe os motivos. hehehe.

    Beijo!

    ResponderExcluir
  24. Olá. Eu não conhecia o autor nem o título, mas nota-se que é um enredo que provoca polêmicas. Achei interessante a forma como o autor expressou seu ponto de vista, mas não é algo que eu leria.

    Beijos,
    Fernanda F. Goulart

    ResponderExcluir
  25. Oi
    A forma como Saramago escreve, de fato, não é para qualquer um. E não digo do ponto de vista intelectual do fácil ou difícil, e sim da necessidade de se abstrair as formalidades .
    Então infelizmente eu sei se ler este livro neste momento não irei conseguir aproveitado mais com certeza é um obra que quero ler um dia .

    ResponderExcluir
  26. Olá, tudo bem??
    Sinceramente não tenho vontade de ler o livro... independente de como anda a minha fé... já li textos do Saramago e gostei muito, mas este livro em si nunca me chamou atenção... claro que já ouvi rumores de Jesus ter casado com Maria Madalena, mas sinceramente pra mim são só histórias sobre outros pontos de vista... e nada mais... não acho que as pessoas tem que se limitar em pré julgamentos e tudo mais... enfim... gostei de sua opinião. Xero!

    ResponderExcluir
  27. Olá!

    Adoro Saramago, mas esse ainda não li, e ja gostei dele só pela polêmica, gosto de livros assim! Obrigada por explicar tão bem sobre essa obra!

    ResponderExcluir
  28. Olá!
    Acho que lidar com Deus, religiões e Diabo é uma coisa muito complicada, mas que precisa ser discutida, conversada e disseminada. A primeira coisa, como você disse ao final de sua resenha, para ler esse livro e conhecer um pouco mais precisa, primeiro, ter interesse e, segundo, estar livre de pré-conceitos.
    Gosto muito do tema e acho que esse livro tem muito a me acrescentar. Então, sim, vou anotar a dica.
    Beijos

    ResponderExcluir
  29. Olá!
    Acho muito importante você enfatizar isso de Saramago ser ateu logo no começo da resenha, porque realmente o título do livro nos leva a pensar outra coisa. Eu gosto muito das obras do autor, além de achar super interessante a sua escrita, então fiquei bem curiosa com essa também.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  30. Olá, tudo bem?
    Adorei a dica, não conhecia a obra e nem o autor, mas adorei a forma como descreveu sua leitura.
    Um beijo.

    ResponderExcluir

Comentar leva apenas alguns segundos...Sua opinião é muito importante! =D

© LIVRE LENDO - 2016 | Todos os direitos reservados. | Blog de Andrea Morais | Tecnologia do Blogger