.27 de outubro de 2016

Misery - Stephen King



Segundo livro desse autor que gostei! O primeiro foi Doutor Sono, meu queridinho, amorzinho da minha vida leitora... E o mais engraçado é que ambos têm uma coisa em comum: a cidade de Sidewinder - Colorado! Para aqueles que já leram essas obras e O Iluminado, já sabem do referencial macabro do lugar! 
Esse livro conta a história de Paul Sheldon, um escritor muito famoso por sua série literária "Misery" que ele detesta por ser considerada "romances de supermercado", mas alguns meses antes ele conseguiu sua "carta de alforria" publicando o último volume dessa série e vai ao Colorado (ele mora em Nova Iorque) para relaxar e terminar o manuscrito do que ele considera ser a melhor coisa que já escreveu em toda a sua vida. O problema é que Paul tem o costume de beber champagne sempre que termina um novo romance e depois disso ele tem a "brilhante" ideia de viajar de carro até sua casa, pois quer levar o manuscrito o quanto antes para a editora.... 
Infelizmente, ele é pego por uma violenta nevasca típica desse estado norte-americano e sofre um grave acidente. Para sua sorte, ou não, ele é salvo pela enfermeira aposentada Anne Wilkes que é também sua "fã número um"... 
Mesmo antes de recobrar a consciência, Paul já detestava o odor fétido da criatura que pulsava ar em seus pulmões na tentativa de salvá-lo e essa má impressão vai acompanhar nosso protagonista ao longo de toda a narrativa e tornar-se-á cada vez mais forte e desesperadora também. 
O fato é que Anne Wilkes é completamente louca. A mulher tem vários rompantes de violência gratuita, porém a confirmação de sua instabilidade vem no momento em que ela, após ler alguns capítulos do manuscrito dele, discute com o mesmo dizendo que ele deveria escrever mais sobre Misery e não perder tempo com porcarias como aquela e o deixa com fome, sem remédios e depois o obriga a tomá-los com a água que usou para fazer a limpeza do quarto. Mas o pior está por vir... 
A enfermeira psicopata consegue comprar o último volume publicado de sua história favorita e ao conclui-la e descobrir que Paul "matou" sua querida heroína, esta tem o maior acesso de fúria, obriga o pobre homem a queimar o manuscrito que ele tanto gostava e também o obriga a escrever um novo romance ressuscitando a personagem e, por estar preso à cama, com as duas pernas quebradas, sem qualquer comunicação, completamente isolado do restante do mundo e dependente dessa mulher, o que Sheldon poderia fazer? 
Ele até tenta enganá-la, mas Wilkes, apesar de tapada em alguns aspectos, é esperta, inteligente e muito instável, fazendo com que Paul fique cada vez mais amedrontado e submisso a ela, além, é claro, de todos os maus-tratos sofridos, que chegam a um nível muito difícil de se acompanhar por tamanha crueldade. Por todos esses motivos, ele decide escrever a história e a usa como moeda de troca por sua vida, nas mãos de uma psicopata que pode matá-lo a qualquer momento apenas com uma injeção, ou torturando-o até o último grito...
Então é isso, minha gente. Mês de Outubro já está quase no fim e, felizmente, essa foi mais uma leitura interessante e prazerosa, apesar de medonha... Sério, muito bom esse livro e o filme é bem fiel à história! Vale a pena conferir os dois! ^^ 

20 comentários:

  1. Andrea, adorei seu texto e me deu vontade de ler, mas eu preciso tomar vergonha na cara e passar ele na frente da listinha enorme de livros que ainda pretendo comprar kkkkkkk sério. Stephen king tem livros que o pessoal adora muito, e tenho essa curiosidade enorme de conhecer melhor e não somente por resenhas, mas sempre passo outros livros na frente.

    Gostei do seu blog. Xeru.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Pedro!
      Que bom que gostou da resenha e do blog! Olha, minhas primeiras experiências com esse autor não foram tão boas, mas Misery é, sem dúvidas, uma história incrível! De verdade, leia o quanto antes, você vai gostar muito!
      Bjss

      Excluir
  2. Minha nossa. Li a maior parte da resenha com os olhos arregalados rs
    Não tenho muito estômago para histórias do gênero terror e ainda mais repleto de cenas macabras. Mas parece um livro excelente, até me deu vontade de ler. Vou pensar se vou compra-lo.
    Parabéns pela resenha, ficou ótima.
    Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Mylena!
      Obrigada! Olha, o livro amedronta muito mais pelo fato de que tudo aquilo poderia realmente acontecer porque psicopatas existem e tals, mas elementos macabros do tipo sobrenatural não tem não, se tiver medo disso, não precisa se preocupar com esse livro. ^^
      Bjss

      Excluir
  3. Ola Andrea =)
    Já vi alguns livros dessa autor, mas nunca li. Lendo você falar dele agora, não imaginava ser tão bom. Deu vontade de ler. Tenho que parar de sempre passar livros na frente e ler um livro desse autor. Beijos'

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Dayane!
      Eu recomendo muito, muito a leitura desse livro! Se for ler Link, comece por esse e não vai se arrepender!
      Bjss

      Excluir
  4. Oi, Andrea! Tudo bem?
    Gostei da sua resenha! Senti as mesmas coisas lendo. Li faz mais ou menos um ano/um ano e meio e essa história ainda me deixa boas lembranças...
    Achei incrível como o Stephen King conseguiu criar uma psicopata tão "gentil".
    Bjs!

    -Ricardo, Lapso de Leitura

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Ric! Tudo bem sim e com você?
      Que bom que gostou! Esse livro é maravilhoso mesmo né! E nossa, a Anne Wilkes consegue ser pior do que o Psicopata Americano... O jeito dela é bizarro demais!!!!!
      Bjss

      Excluir
  5. Adorei sua resenha! Estou com este livro na lista, mas vai acabar ficando para a meta de leitura de 2017 :/
    Parabéns, ficou ótimo o post :D

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Letícia!
      Leia mesmo! Você vai adorar!
      Obrigada e que bom que gostou da resenha! ^^
      Bjss

      Excluir
  6. Olá Andrea, tudo bem?

    Gostei muito da sua resenha, estou com Misery na lista para os livros que ainda quero ler, já até comprei e depois dessa resenha, vou tentar ler o quanto antes!
    Bjuss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá! Tudo bem sim e com você?
      Que bom que gostou!! Espero que leia mesmo e goste tanto quanto eu!
      Bjss

      Excluir
  7. Gosto bastante das obras de Stephen King e tenho vontade de ler esse livro. Gostei muito da sua resenha. Com certeza, será uma das minhas próximas leituras. super bjooooo

    http://blogaventuraliteraria.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Lorena!
      Leia mesmo! Se você já gosta da escrita do autor, vai amar esse livro!
      Bjss

      Excluir
  8. Andrea, nunca li nada do King, mas estou lendo a Coisa, em pequenas doses.
    Morro de vontade de ler Misery porque conheço a história pelo filme.
    Que bom que sua experiência com essa obra foi proveitosa.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Menina, também tenho muita vontade de ler A Coisa, mas é um livro de fôlego, hein!
      Quando puder, leia Misery, porque é ótimo!!
      Bjss

      Excluir
  9. Queria muito ler algo do rei King, mas nunca li nada por pequeno problema de não conseguir ler terror ou algo parecido. É um gênero ainda tabu pra mim. Espero que um dia isso mude, mas ótima resenha para quem se envolve nesse tema!
    beijos,
    diariasleituras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Carol!
      Pois recomendo o Misery que não tem tanto terror assim, é mais suspense!
      ^^
      PS: até o ano passado eu também era assim, agora amo!!
      Bjss

      Excluir
  10. Oi Andrea!
    Menina,sempre tive vontade de ler algo do King, mas não ousava fazer isso... porém o fato de sempre ouvir elogios incríveis ao autor, estava me deixando cada vez mais curiosa... Então eis que ganho esse livro no amigo secreto do grupo de leitura que participo :) Fiquei super feliz e vou vencer o meu medo iniciando no mundo do King por Misery. Bjs, parabéns pela resenha!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Mercia! Que bom que gostou da resenha!
      Mulher, pode ficar tranquila que os livros do King não dão medo nenhum, sério, não existe ser humano mais medroso do que eu e, sinceramente, não me assusto com as narrativas dele. Elas nos fazem pensar, ficar desconfiados, um pouco paranoicos, mas medo mesmo, nada. kkkkkkkkkk
      Bjss

      Excluir

Comentar leva apenas alguns segundos...Sua opinião é muito importante! =D

© LIVRE LENDO - 2016 | Todos os direitos reservados. | Blog de Andrea Morais | Tecnologia do Blogger