.23 de abril de 2016

Ciranda de Pedra - Lygia Fagundes Telles



Primeiro romance da autora, publicado em 1954, Ciranda de Pedra nos presenteia com o estilo único, de Lygia Fagundes Telles, de tornar o cotidiano algo extremamente cativante e envolvente. 
Nesse livro, acompanharemos a história e os pensamentos de Virgínia, uma menina que mora com sua mãe que tem problemas mentais, Laura,  e o amante e também médico da mesma, Dr. Daniel. A protagonista se sente oprimida vivendo com a mãe doente e excluída do restante da família por causa disso. O problema é que Laura abandonou o marido e suas duas filhas mais velhas: Bruna (carola) e Otávia (cabecinha de vento) para ficar com o amante e a caçula. Vocês já devem ter inferido por isso que Virgínia é uma filha bastarda, mas, a menina, por ser criança, não entende isso e fica muito chateada e constrangida por ser tratada de maneira diferente pelos outros. 

[...] " 'Quero entrar na roda também!', exclamou ela apertando as mãos entrelaçadas dos anões mais próximos. Desapontou-se com a resistência dos dedos de pedra. 'Não posso entrar? Não posso?', repetiu mergulhando na fonte as mãos em concha." [...] p 78.

Quando a mãe morre, a menina vai morar definitivamente com o "pai" e as irmãs e algum tempo depois vem a surpresa: Daniel se suicidou e era seu pai! Por causa dessas revelações, Virgínia decide afastar-se do ambiente hipócrita no qual está e parte para um colégio interno do qual só sai formada. 

[...] "Lentamente, Virgínia voltou-se para o gramado. Agora a ciranda de anões mergulhava na escuridão. Ali estavam os cinco de mãos dadas. Conrado, Otávia, Bruna, Afonso e Letícia." [...] p 126.

Ao voltar à casa "paterna" Virgínia percebe o quanto todos ali mudaram, mas continuam tão parecidos com as crianças que ela conheceu. É nessa fase adulta que ela descobre os problemas e segredos das cinco crianças que fizeram parte de sua vida. Num primeiro momento, ela tenta descobri-los para desestabilizar a suposta "harmonia" na qual eles vivem, no entanto, ela se vê tão envolta em hipocrisias e egoísmo que acaba colocando em cheque tudo aquilo no que acreditava e nós passamos a nos perguntar: Será que vale a pena entrar nessa ciranda? 

[...] "Tentou vislumbrá-la. E só distinguiu os anões de pedra com as caras lívidas banhadas de luar. Agora eles se ofereciam sem reservas, de um modo ou de outro, Afonso, Bruna, Letícia e Conrado - todos agora lhe expunham as faces sem mistério," [...] p 171.

Eu poderia falar ainda a respeito de muitos e muitos pontos desta narrativa, mas prefiro que vocês leiam e descubram sozinhos a genialidade da autora e a crítica que ela faz a moral e aos "bons costumes" da época, lembrando que esse livro foi publicado na década de 50, e com alguns pontos que ressaltei nesta resenha, vocês já devem imaginar do que estou falando... 
Esse romance é maravilhoso, bem escrito, bem articulado, repleto de surpresas... Sem dúvida, uma obra completa que deve ser prestigiada por todos nós! ^^



16 comentários:

  1. Quero muito ler a Lygia! Parece uma autora incrível. Foi sua primeira leitura dela ou não?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Bel!! Então essa é a segunda! A primeira foi As meninas, tem resenha aqui também. Estou adorando essa autora! Na faculdade não pude lê-la por causa dos livros teóricos, agora estou me atentando a elas! Se vc gosta de Virginia Woolf vai adorá-la também!!

      Excluir
  2. Nossa adorei a história do livro, estou seguindo seu blog também :*
    lacinhorosa.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esse livro é maravilhoso! Recomendo muito!
      Obrigada!! *__*

      Excluir
  3. Oi, achei bem interessante a historia e já penso há um bom tempo a começar a ler os livros dela, só não sabia por qual começar, e acho que vou começar por esse. Amei a resenha.
    bjus

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá! Esse foi o primeiro romance da autora e te aconselho a começar por ele mesmo! Depois, leia As Meninas, outro livro sensacional!Bjss e obrigada pelo comentário!

      Excluir
  4. Eu comecei a ler As Meninas, da Lygia Fagundes Telles e estou amando. Adoro o jeito como ela escreve, faz com que você se sinta parte daquilo que está lendo.
    Adorei a premissa desse Ciranda de Pedra e confesso que sinto que vou gostar ainda mais desse. Coloquei na listinha de desejos!

    ✮ cestlalola.blogspot.com ✮

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ahm eu já li As Meninas e é maravilhoso mesmo, mas confesso que gostei muito mais de Ciranda de Pedra! Comparado ao primeiro, ele tem uma estrutura simples, só que as personagens são muito cativantes! Obrigada pela resenha! Bjss

      Excluir
  5. Oi, tudo bem?

    Já li Antes do baile verde e quase terminei As meninas, mas não entendi muito bem a storyline de Ciranda de pedra. Acho que a Lygia é uma baita autora, especialmente porque tem um pouco da pegada de autoras como Clarice e Woolf, e espero continuar tendo contato com as obras dela. Senti falta de você falar sobre as personagens e a narrativa (tipo, se é em fluxo de consciência, primeira pessoa etc), porque acho que isso me ajudaria a entender mais o livro e querer lê-lo.

    Love, Nina.
    http://ninaeuma.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Nina! Cai na besteira de achar que por adorar essa autora todos também saberiam a respeito dela e acabei não dando esses dados. A narrativa é feita com o discurso indireto livre e por isso, diferente de As meninas, para um leitor mais acostumado com narrativas lineares, se torna menos "confusa". Não dei detalhes das personagens porque as características delas vão moldar seus desfechos, então, fica a surpresa! Nas próximas resenhas vou me atentar mais. Obrigada pelo comentário! ^^

      Excluir
  6. Ooi
    Nunca li nenhum livro da Lygia. :(
    Sempre vejo lindas citações dela então imagino que os livros sejam ótimos.
    Um dia ainda leio! Haha

    Beijoos!
    www.estantemineira.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Catrine, você precisa ler Lygia!! Por favor, sério! É muito bom! Cada narrativa dela te traz uma reflexão diferente sobre a sociedade e é muito atual. Sério, leia! ^^

      Excluir
  7. Minha estreia com Lygia se deu através de Ciranda de Pedra. É um livro que possui uma narrativa fantástica, e certamente me senti impulsionada a ler outras obras dela... a crítica é bem apontada na obra...
    bjs...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Valéria! Obrigada pelo comentário! Conheci a autora pelo livro As horas Nuas, na faculdade, e só esse ano li As meninas e agora Ciranda de Pedra. Adorei tudo, tudo mesmo! Minha próxima leitura será Antes do Baile Verde que também estudei na faculdade, só que alguns trechos. Bjss

      Excluir
  8. Andrea, infelizmente não tive oportunidade de ler nada da Lygia Fagundes Telles ainda.
    Mas você falou muito bem assim como outros amigos meus que leram.
    Fiquei bem curiosa para ler e saber mais da história.

    Lisossomos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Recomendo muito que você leia esse livro! Ele é ótimo e As Meninas também é sensacional! *___*

      Bjss

      Excluir

Comentar leva apenas alguns segundos...Sua opinião é muito importante! =D

© LIVRE LENDO - 2016 | Todos os direitos reservados. | Blog de Andrea Morais | Tecnologia do Blogger