.21 de janeiro de 2016

Razão e Sensibilidade - Jane Austen



Primeiro livro publicado pela autora, em 1811, Razão e Sensibilidade narra a história das irmãs Elinor e Marianne Dashwood que após a morte do pai são obrigadas a sair de sua casa, que agora pertence ao irmão mais velho e sua odiosa esposa e morar em um novo lugar mais simples, humilde e desconhecido.
Elinor - a razão - nutre um certo amor platônico pelo irmão de sua cunhada, Edward, no entanto, ele é herdeiro de uma grande fortuna, logo um casamento entre os dois jamais seria aceito pela família do rapaz. 
Marianne, por outro lado, representa a sensibilidade, os sentimentos, mostrando-se, desde o início, impulsiva, apaixonada e muito irresponsável. Apaixona-se perdidamente por Willoughby, rapaz desconhecido e tão irresponsável e impulsivo quanto a mesma. Juntos, os dois se unem para desdenhar a sociedade local e implicar com um possível e indesejado pretendente da moça: Coronel Brandon, um homem quase vinte anos mais velho do que Marianne, algo que ela repudia com grande veemência. 
Precisamos lembrar que este romance foi escrito no começo do século XIX, momento no qual as convenções sociais ditavam todas as regras impostas, fortemente, às mulheres e, de maneira mais rígida ainda, à moças solteiras e sem fortuna (como é o caso de nossas protagonistas) desse modo, é fácil compreender todo o comedimento de Elinor (que nos deixa a beira da irritação) e todo o drama de Marianne (que consegue ser ainda mais enfadonho), e como este é um romance de costumes, veremos um panorama da sociedade rural inglesa, acompanhado de muitos suspiros apaixonados, desilusões amorosas e reviravoltas tão características da nossa querida Jane Austen! 
Razão e Sensibilidade é um bom livro, entretanto, não consegui deixar de compará-lo a obra mais famosa da autora, algo que me deixou um pouco frustrada, principalmente, quanto ao desfecho das protagonistas...

4 comentários:

  1. Só tentei ler Jane Austen duas vezes (Orgulho e preconceito e Emma), mas não fui bem sucedida em nenhuma das duas :( Compreendo que seus livros são um clássico, mas a leitura simplesmente não flui pra mim, não me atiça e não me pega em nada. Nem os filmes, na verdade, hahaha

    Abraços,
    http://controleliterario.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Olha, eu gosto bastante da Jane Austen, mas se pra você não funciona... Já tentou ler os livros das irmãs Bronte? Ou Charles Dickens? São outros grandes autores do romantismo inglês, talvez você goste!! Obrigada pelo comentário!!

    ResponderExcluir
  3. Oi, Andrea! Eu só li Orgulho e Preconceito, mas amei! Quero muito ler Razão e sensibilidade e Emma. Gostei muito de sua resenha. É uma pena que você tenha se frustrado um pouco =/

    Beijos
    http://albumdeleitura.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu estou pensando em ler todos os romances completos da Jane Austen, não sei se vai dar esse ano, mas li ano passado Orgulho e Preconceito também! Até agora, o melhor...!
      Obrigada pelo comentário!

      Excluir

Comentar leva apenas alguns segundos...Sua opinião é muito importante! =D

© LIVRE LENDO - 2016 | Todos os direitos reservados. | Blog de Andrea Morais | Tecnologia do Blogger