.18 de dezembro de 2015

Desmundo

Esse filme, descobri em um livro didático que uso como suporte para minhas aulas! E, na verdade, nem me lembro porque ele estava lá, mas foi uma excelente dica e fico muito contente de ter assistido a essa obra que retrata tão bem os primórdios da nação brasileira!


Produção de 2003, Desmundo conta a história de Oribela, uma órfã portuguesa que no ano de 1570 foi obrigada a vir ao Brasil para casar-se com algum colono desconhecido. O motivo? A coroa portuguesa e o clero temiam a miscigenação entre os brancos portugueses e as índias e negras escravas, além dos incestos, que traziam ao mundo crianças de pele escura ou doentes. Por isso decidem intervir e como mulheres órfãs eram sustentadas e "protegidas" pelo Estado, logo, para livrarem-se dessa despesa e acabar com o problema da colônia, essas meninas foram mandadas pra cá. Algumas delas, como era o caso de Oribela, queriam seguir a vida religiosa e, de repente, percebem que agora devem obediência total a maridos que as vêm como um mero objeto de satisfação sexual e procriação. 
Os problemas de nossa protagonista começam porque ela, diferente das outras, não aceita seu destino, tentando uma fuga, mas é capturada e torturada pelo marido. Depois disso,  quando tenta conformar-se com sua situação, descobre que a suposta irmã de seu marido, uma menininha com síndrome de Down, é na verdade filha de uma relação incestuosa que ele teve com a mãe, a qual, quando indiretamente confrontada, diz: 

"- Ninguém é inocente, muito menos tu"

Depois dessa descoberta, Oribela decide que não pode mais viver com essas pessoas e parte mais uma vez para uma nova fuga. Ao chegar no vilarejo mais próximo, ela pede ajuda a Ximeno, um cristão-novo e acabam se apaixonando, só que estamos falando de uma sociedade essencialmente católica, conservadora e preconceituosa do século XVI, por isso uma mulher que tenta escapar de seu marido, apaixona-se por outro homem que é um cristão novo (judeu supostamente convertido ao Cristianismo) não poderia terminar com um final feliz. 
Desmundo, neologismo que não existe em nosso dicionário, traz exatamente a ideia de que o Brasil colônia era, na verdade, uma terra que não fazia parte do restante da civilização, não fazia parte do mundo conhecido. Aqui, os pequenos proprietários de terra faziam suas leis e até levantavam-se contra os poderes vigentes e aqueles que vinham da civilização acabam por tornar-se, de fato, animais selvagens ao depararem-se com tantas monstruosidades. 
Com certeza, esse é um filme indispensável para estudantes de História e para todos aqueles que se interessam pelas raízes de nossa cultura. Ótimo filme, com excelentes atuações que vale muito a pena ser visto! 

Ps: esqueci de ressaltar que os atores tiveram de aprender português arcaico por isso é preciso assistir ao filme com legendas. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentar leva apenas alguns segundos...Sua opinião é muito importante! =D

© LIVRE LENDO - 2016 | Todos os direitos reservados. | Blog de Andrea Morais | Tecnologia do Blogger