.22 de abril de 2011

Mais livros! hehe

A menina que roubava livros



Bem digamos que eu já tinha feito esse post em outro blog... E obviamente por causa do tempo ( já fazem dois anos) eu tive que atualizar algumas coisas. Me lembrei desse post do nada, ele estava guardado no meu pc junto de muitos outros posts, na verdade me lembrei dele porque pedi pelo amor-de-Deus pra minha amiga Alê devolver o meu livro, que esse mês vai fazer um ano que emprestei pra ela =0 Não sei mas eu gosto de ter uma relação com meus livros, então vocês podem imaginar o meu desespero sem meu livro durante quase um ano!! E também esse livro é um dos mais especiais pra mim, ele fala de um assunto ao qual tenho total interesse, por mais que seja chocante... Esse livro com toda certeza vai fazer você mudar algumas coisas na sua vida, vai te ajudar a ver seus problemas e seus conceitos com maior clareza.

Comentário
O livro se chama A menina que roubava livros, quando comprei-o eu achei que fosse a história de uma menina que roubava livros, digo isso com um dar de ombros, acho que este titulo sugere exatamente isso: uma coisa simples e sem muita importância, talvez, por esse o motivo eu ame tanto essa narrativa, ela é tão bonita, tão comovente e ao mesmo tempo um pouco grosseira... Nesse caso faço uma comparação ao Menino do Pijama listrado, que ao meu ver é um pouco mais... como posso dizer... sensível? Acho que não, talvez o problema esteja no realismo e na dramaticidade contida e ponderada de A menina...

A História

A narrativa se passa na Alemanha nazista entre o ano de 1936 e 1943, Lisel Meminger nossa heroína tem sua história contada por ninguém menos que a própria morte, que a encontrou pela primeira vez no enterro do irmão da menina que morrera a caminho da casa dos pais adotivos.
Naquele dia ela cometeu seu primeiro roubo.
Na casa dos Hubemann Liesel teve como melhor amigo o pai, Hans e o vizinho, Rudy Steiner, que simplesmente apaixonou-se por ela. No desenrolar da história Liesel rouba mais livros e sua cabeça começa a mudar, no inicio ela era nazista mas depois de alguns acontecimentos muito importantes que eu não vou contar... Ela passou a sentir nojo do nazismo
O final em si eu não vou contar, você vai ter que ler o livro, mas vou deixar que a ultima frase da última página dele paire em sua mente:

A morte diz para a menina:

"Os seres humanos me assombram"



Myspace Graphics

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentar leva apenas alguns segundos...Sua opinião é muito importante! =D

© LIVRE LENDO - 2016 | Todos os direitos reservados. | Blog de Andrea Morais | Tecnologia do Blogger