.6 de setembro de 2010

Um poema que escrevi há tempos...


-->
sombras


Agora, eu vejo que nada dura para sempre
Agora, eu sei que tudo não passou de um sonho
ou, pesadelo.
Eu sei que não posso mais suportar...
Liberte-me. Eu quero me sentir viva de novo.
Agora, eu sinto que não faço parte de nenhum lugar
meu mundo é frio como uma noite de inverno
Abra a porta e deixe o monstro entrar
não me importo mais com o que me aconteça
Deixe que a vida vá embora, deixe que as sombras cubram você
e absorvam a sua alma
Liberte-me. Eu quero me sentir viva de novo
Seus gritos não são mais ouvidos
os sons do vento e a música da escuridão estão gritando com você
Deixe que a vida vá embora, deixe que as sombras cubram você
Agora, observe, veja como a luz já é incômoda
sinta a noite em você...
sinta o brilho da lua em você...
Deixe que a vida vá embora, deixe que as sombras cubram você
Até que nada mais exista além do gelo e do fogo,
da água e da vida,
da dor e da morte...
Deixe que a vida vá embora, deixe que as sombras cubram você
Liberte-me. Eu quero me sentir viva de novo...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentar leva apenas alguns segundos...Sua opinião é muito importante! =D

© LIVRE LENDO - 2016 | Todos os direitos reservados. | Blog de Andrea Morais | Tecnologia do Blogger